Vulcão Monte Nemru com cratera 'yin-yang' é fotografado do espaço pela ISS

Vulcão Monte Nemru com cratera 'yin-yang' é fotografado do espaço pela ISS

Fotografando a Terra a partir da Estação Espacial Internacional (ISS), com uma câmera digital Nikon D5, um astronauta conseguiu fazer uma imagem impressionante do vulcão Nemrut, na Turquia. Embora o local seja um tradicional ponto turístico, a visão privilegiada do espaço revelou sua cratera dividida ao meio, como o tradicional símbolo do yin-yang.

O Nemru, também chamado de Ninrode, é um estratovulcão, o que significa que é uma formação geológica composta, ou seja, uma montanha íngreme formada por camadas de material vulcânico expelido por erupções anteriores.

Vista do espaço, a cratera do vulcão se assemelha ao símbolo yin-yang, que representa o equilíbrio de forças opostas. No caso, o yin (lado escuro, passivo) é representado pela lava escura e solidificada. Já o lado yang (claro e ativo) é o belo lago que reflete o céu. A “moldura” representada pela neve torna a representação visual do taoismo ainda mais destacada.

Como a cratera do vulcão Monte Nemru se formou?

Foto do monte Nemru, com as descrições geológicas.Foto do monte Nemru, com as descrições geológicas.Fonte:  NASA Earth Obsrvatory/ISS 

A enorme cratera do Nemrut se formou através das erupções sucessivas do vulcão, que hoje está totalmente extinto. Sua última atividade ocorreu em 1650 d.C., segundo o Observatório da NASA, formando altas paredes de lava solidificada.

Essas elevações alongadas são chamadas de cristas de pressão, e possuem tamanhos, espessuras e orientações diferentes, conforme a viscosidade e a direção do fluxo da lava durante as erupções.

A cratera mede cerca de 8,5 quilómetros de diâmetro no seu ponto mais largo e chega a 610 metros de profundidade. Segundo um estudo publicado em janeiro de 2012, na revista Journal of Volcanology and Geothermal Research, a maioria dessa formação foi esculpida por uma erupção massiva ocorrida há cerca de 250 mil anos. O fluxo de lava também bloqueou um rio próximo, criando o lago Van, o maior da Turquia.

Como o lago claro do símbolo do yin-yang surgiu?

O lago interno do Nemru se formou de chuva, neve derretida ou lençóis freáticos.O lago interno do Nemru se formou de chuva, neve derretida ou lençóis freáticos.Fonte:  Getty Images 

Depois que o cume do monte Nemrut se colapsou em forma de cratera, após as grandes erupções ocorridas, outras menores “vazaram” em aberturas na metade oriental da caldeira. Mas o outro lado da cratera, não coberto pela lava, acabou se enchendo de água, formando um lago interno, conhecido como Nemrut Dagi.

Esse lago tem uma profundidade máxima de cerca de 176 m, e cobre outros fluxos de lava, mais antigos, de erupções anteriores. No local, há várias trilhas, por onde os turistas exploram a beleza natural da paisagem.

No centro da borda norte da caldeira, existe também um lago menor com cerca de 11 metros de profundidade alimentado por fontes termais, o que indica que, apesar de morto, o vulcão mostra sinais de atividade abaixo de sua cratera.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite para conhecer os 4 lugares na Terra que podem ser vistos do espaço. Até a próxima!

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress