'Universo inteiro' é recriado no Minecraft; veja

'Universo inteiro' é recriado no Minecraft; veja

Quando o programador de jogos sueco Markus “Notch” Persson introduziu o modo Criativo em seu famoso jogo Minecraft, não tinha ideia de que alguém iria usar o videogame para empilhar galáxias, nebulosas e até um buraco negro, para construir o universo inteiro.  Na época com 18 anos, Christopher Slayton trabalhou cerca de dois meses para montar o cosmos a partir de cubos virtuais.

O jovem, que havia acabado de se formar no ensino médio, documentou toda a experiência em vídeo, divulgado em seu canal do YouTube, chamado ChrisDaCow e conta com mais de 18 milhões de visualizações.

Trabalhando um pouco mais do que o Criador do Universo original, Slayton falou ao The New York Times que, ao construir sem parar durante um mês e 15 dias para concluir sua versão em Minecraft, e mais duas semanas para criar um vídeo no YouTube revelando o processo, “percebi ainda mais como ele é lindo”.

Criando o Universo no Minecraft

Quando decidiu construir o universo a partir do Minecraft, Slayton começou a experiência saltando de paraquedas, “para apreciar verdadeiramente a beleza do nosso planeta”, diz no vídeo do YouTube. Em terra, ele usou um globo como referência para medir as localizações de cada continente, inserindo os dados em escala no Minecraft.

Em seguida, ele fez o mesmo com cada planeta do sistema solar, usando fotos de atlas planetários. Para ser fiel à criação em escala, o estudante teve que reaprender alguns conceitos matemáticos já esquecidos, para que as proporções fossem as mais precisas possíveis.

Com os “blocos mais brilhantes do Minecraft”, Slayton criou o Sol, com direito a flares. Para criar um aglomerado de galáxias, ele subiu ao topo de uma montanha em San Diego, onde mora, e montou um telescópio para observar os conjuntos reais de estrelas, gás, poeira cósmica e alguns dos planetas que pretendia reproduzir. Para simular um buraco negro, o jovem se inspirou no filme Interestelar de 2014.

Minecraft é coisa séria

Além do canal no YouTube, Slayton tem uma página paga na plataforma Patreon.Além do canal no YouTube, Slayton tem uma página paga na plataforma Patreon.Fonte:  ChrisdaCow/YouTube 

Desde que publicou a primeira versão da criação do Universo no YouTube em outubro de 2022, Chris Da Cow saltou de 25 mil inscritos em seu canal, para 1,03 milhão. Além disso, o youtuber tem uma página na plataforma de crowdfunding Patreon, onde você pode acessar todos os segredos de suas construções, inclusive do Universo, por uma mensalidade de R$ 57,50. Seu último projeto, Os Mundos dos Multiverso, já está disponível.

Em entrevista à Smithsonian Magazine, o engenheiro mecânico B. Reeja Jayan da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, diz que o Minecraft não é apenas um passatempo, mas uma ferramenta educacional. Ele garante que o jogo “é tão fácil para uma criança aprender a jogar, mas, ao mesmo tempo, foi adaptado para ensinar conceitos científicos avançados”.

Gostou do conteúdo? Então, fique por dentro de mais curiosidades com essa aqui no TecMundo e aproveite para conferir, como ficou o castelo de Hogwarts recriado em Minecraft.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress