Três em cada quatro brasileiros acham que IA irá 'roubar' seus empregos

Três em cada quatro brasileiros acham que IA irá 'roubar' seus empregos

Uma parcela significativa da população brasileira teme que a inteligência artificial (IA) vai mudar a sua área profissional e talvez até ameaçar o posto de trabalho. Essa é uma das conclusões de uma pesquisa divulgada pela Page Interim, empresa do PageGroup que realiza recrutamento de profissionais terceirizados ou temporários.

O estudo mostra que 76,6% dos brasileiros acreditam que a IA vai afetar o seu emprego atual de alguma forma. Esse índice de preocupação é maior do que nos outros países que participaram das entrevistas, como México (68%), Peru (66%), Colômbia (65%), Chile (63%) e Argentina (63%).

Os brasileiros também se destacaram como os profissionais que mais usam IA como ferramenta para busca de um novo trabalho — o índice foi de 46,9%, atrás apenas do México, com 48,7%.

Nesse caso, os entrevistados alegam que usam plataformas ou serviços inteligentes para economizar tempo nas buscas e personalizar aplicativos para otimizar tarefas. Eles também adotaram a IA para encontrar vagas mais vantajosas ou relevantes e melhorar aspectos do currículo ou de preparação para uma entrevista.

Desemprego não é única preocupação com IA

Ainda segundo o estudo, 61,5% do público latino-americano vê potenciais benéficos da IA no seu campo de trabalho, apesar de ela também ter “riscos significativos”. Apenas 3% acham que a tecnologia é tratada hoje de forma exagerada e não terá um impacto tão relevante.

Boa parte dos entrevistados ainda não domina o tema ou recursos de IA.Boa parte dos entrevistados ainda não domina o tema ou recursos de IA.Fonte:  GettyImages 

O levantamento da Page Interim revela ainda que, apesar de toda a empolgação com essa tecnologia, ainda há um longo caminho pela frente na sua popularização. Do total de entrevistados, 50,4% ouviu falar sobre IA, mas ainda não conhece todos os seus usos.

Nos extremos, 25,4% do público consultado “não está por dentro” do assunto, enquanto 24,2% garante que já estão ao menos familiarizados com as técnicas.

Entre quem já está ligado no tema, as preocupações mais relevantes com IA são desemprego, privacidade e segurança de dados. A questão da eliminação de postos de trabalho foi a mais citada em todos os países menos a Argentina, onde “implicações éticas” foram tidas como o maior risco.

A pesquisa foi realizada com uma amostragem de 5.354 profissionais espalhados por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e Panamá.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress