Toda estrela é um Sol? A ciência responde!

Toda estrela é um Sol? A ciência responde!

O Sol é a maior estrela do Sistema Solar e um dos principais responsáveis por possibilitar a vida na Terra como conhecemos; ele é um objeto cósmico de tamanho médio, e não é incomum encontrar estrelas que possuem até 100 vezes o seu tamanho.

A estrutura solar tem aproximadamente 1,3 milhão de quilômetros de diâmetro e chega a temperaturas de até 15 milhões de graus Celsius em seu núcleo. Trata-se de uma estrutura única no Sistema Solar, mas também apresenta grandes semelhanças com outras estrelas detectadas no universo observável. 

Pode ser considerada distinta porque está cercada por planetas, asteroides, cometas e outros corpos celestes, mas não é tão diferente em comparação com algumas estrelas encontradas na Via Láctea e no resto do universo.

“O Sol é uma estrela em torno da qual a Terra e os outros componentes do sistema solar orbitam. É o corpo dominante do sistema, constituindo mais de 99 por cento de sua massa total. O Sol é a fonte de uma quantidade enorme de energia, uma parte da qual fornece à Terra a luz e o calor necessários para sustentar a vida”, é descrito pela enciclopédia Britannica.

Existem algumas diferenças notáveis entre os astros estelares e os sóis. Afinal, todo Sol é uma estrela, mas será que todas as estrelas são estruturas solares? Para explicar um pouco mais sobre o assunto, reunimos um compilado de informações coletadas por cientistas e outros especialistas da área.

Nem toda estrela é um Sol

A maioria dos planetas e exoplanetas detectados por meio de telescópios espaciais estão localizados em regiões com estrelas hospedeiras. Assim como o Sol é responsável pela órbita da Terra, outros corpos celestes também ‘trabalham’ em conjunto com as estrelas dos seus sistemas. No entanto, isso não é exatamente uma regra para definir as características de um objeto estelar.

“Nós sempre podemos olhar para uma estrela específica e dizer, ‘bem, não foi detectado um planeta ao redor dela, mas sabe, talvez haja um planeta que seja meio pequeno e realmente orbite longe da estrela e não faça trânsito pela estrela e, portanto, seja meio sorrateiro.’ Isso é sempre uma possibilidade. Mas, mais provavelmente, há estrelas que realmente não têm planetas ao redor delas”, disse o presidente do Departamento de Astronomia da Universidade Cornell, Jonathan Lunine, em um estudo sobre o tema.

O Sol é a principal estrela do Sistema Solar e é responsável pela interação orbital com os oito planetas presentes nele.O Sol é a principal estrela do Sistema Solar e é responsável pela interação orbital com os oito planetas presentes nele.Fonte:  Getty Images 

Para responder essa questão de uma forma mais rápida: não, toda estrela não é um Sol. Quando a astronomia moderna começou a compreender mais sobre a estrutura solar, os cientistas perceberam que o Sol está em uma categoria estelar.

A realidade é que apenas o Sol da Terra é o ‘verdadeiro’, mas a comunidade científica decidiu nomear os objetos semelhantes da mesma forma. A partir disso, outras estrelas detectadas em diferentes sistemas foram categorizadas como ‘sóis’, mas isso não quer dizer que as pessoas podem se referir a qualquer corpo estelar como um Sol.

De qualquer forma, uma estrela só é categorizada como um Sol quando duas características são detectadas: se elas são orbitadas por planetas, como a Terra, e se continuam em processo de fusão nuclear em sua estrutura interna. Então, todos os outros objetos estelares que não possuem as particularidades necessárias para entrarem na categoria solar são chamadas apenas de estrelas.

Um bom exemplo de um tipo de estrela que não pode ser considerada um Sol são as anãs marrons, pois elas não são massivas suficientemente para iniciar um processo de fusão nuclear intenso. Estrelas que hospedam apenas planetas gasosos também indicam menos chances dela ser categorizada como um Sol.

As anãs vermelhas são consideradas astros estelares e orbitam planetas mais semelhantes à Terra, mas não tem características de ‘sóis’; a mesma linha de pensamento é utilizada para classificar as anãs brancas. Ou seja, por enquanto, todo Sol é uma estrela, mas nem toda estrela é um Sol – é uma confusão controlada.

É importante destacar que apesar de algumas estrelas serem catalogadas como ‘sóis’, não há nenhum acordo oficial para definir isso. Então, você não estaria exatamente errado se descrevesse uma anã vermelha como um Sol, mas certamente também não estaria correto. Portanto, use o conceito solar com moderação.

Gostou do conteúdo? Então, fique por dentro de todas as curiosidades sobre astronomia aqui no TecMundo. Se desejar, aproveite para entender como cientistas descobriram a menor estrela já detectada.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress