Sistema e loja de apps do Meta Quest poderão ser usados por empresas parceiras

Sistema e loja de apps do Meta Quest poderão ser usados por empresas parceiras

O sistema operacional dos óculos de realidade virtual (RV) da Meta agora pode ser usado por outras empresas, anunciou a companhia nesta segunda-feira (22). Renomeada como “Meta Horizon OS”, a plataforma pode ser implementada por desenvolvedores parceiros que buscam um software preparado para lidar com rastreamento de olhos, face, mãos, corpo e realidade aumentada (RA).

“Estamos abrindo o sistema operacional que alimenta nossos dispositivos Meta Quest para fabricantes de hardware terceirizados, dando aos desenvolvedores um ecossistema maior para construir e, em última análise, criando mais opções para os consumidores”, anunciou a Meta. Nessa nova abordagem, Meta Horizon OS se encaixa como um sistema operacional de realidade mista, combinando as principais tecnologias da empresa.

O sistema operacional dos óculos Meta Quest agora pode ser implementado em dispositivos de terceiros.O sistema operacional dos óculos Meta Quest agora pode ser implementado em dispositivos de terceiros.Fonte:  Meta/Reprodução 

A Asus, a Lenovo e a Microsoft serão as primeiras parceiras nessa nova fase da Meta. Segundo a empresa comandada por Mark Zuckerberg, a Asus vai desenvolver um headset voltado para gamers; a Lenovo prepara dispositivos voltados para produtividade, aprendizagem e entretenimento e a Microsoft colabora com o desenvolvimento de uma edição especial do Meta Quest inspirado nos consoles Xbox.

A Meta busca “remover as barreiras” entre as plataformas, incluindo de sua loja Meta Horizon Store e a App Lab, permitindo que desenvolvedores explorem o ecossistema e alcancem mais usuários. A empresa também prepara um framework para desenvolvedores mobile voltado para experiências em realidade mista.

Estratégia mais ampla

Ao abrir o ecossistema para fabricantes parceiras, a Meta faz algo que a Apple não costuma fazer: dominar o mercado através de outras fabricantes. Por muito tempo, a empresa disputou sozinha no setor de realidade mista, mas a chegada do Apple Vision Pro mudou consideravelmente o equilíbrio do setor.

O dispositivo da Apple ainda é novo no mercado, mas fez com que a Meta voltasse a olhar para o segmento sem dar tanta atenção para o metaverso. Até mesmo Mark Zuckerberg apareceu em vídeo para cutucar a concorrência.

Os frutos dessa nova estratégia devem demorar para aparecer, mas é um passo importante para a ampliação do setor de realidade mista.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress