ROG Strix Scar 18 (2024) é um notebook monstruoso com RTX 4090 e Intel Core i9 – Review

ROG Strix Scar 18 (2024) é um notebook monstruoso com RTX 4090 e Intel Core i9 – Review

Os notebooks costumam ser a pedida certa para quem busca portabilidade, enquanto os desktops (computadores de mesa) servem mais potência, porém com um visual mais “caixotão”. No entanto, com a rápida evolução do mercado de hardware, já existem soluções que combinam um design compacto com poder puro.

Esse é o caso do ROG Strix Scar 18 (2024), que chegou ao Brasil recentemente. Anunciado na CES deste ano, o modelo aprimora o design e o hardware da linha já conhecida da Asus, que combina hardware de ponta com um design gamer bastante chamativo.

Após testar o produto por cerca de uma semana, posso dizer que este é, com folga, o notebook mais poderoso que já tive a oportunidade de utilizar, mas também o mais caro. A seguir, confira todos os detalhes sobre o novo lançamento da Asus e se vale a pena comprá-lo no Brasil.

AsusO novo notebook da Asus está rechado de LEDs RGB.

Especificações completas

  • Tela: Display ROG Nebula HDR Mini LED de 18  polegadas;
  • Resolução: 2K (2560 x 1600), com proporção 16:10;
  • Frequência: 240 Hz;
  • Placa de vídeo: RTX 4090 com até 2090 MHz em 175W;
  • Processador: Intel Core i9-14900HX de 2,2 GHz com 24 cores e 32 threads;
  • Memória: 32 GB DDR5-5600 (Dual Channel);
  • SSD: 2 TB de SSD NVME;
  • Bateria: 90WHrs, 4S1P, 4-cell Li-ion;
  • Alimentação: adaptador de 330W AC;
  • Conexões: 1x Áudio de 3,5 mm, 1x HDMI 2.1, 2x USB 3.2 Gen 2 Tipo-A, 1x Thunderbolt 4, 1 USB-C 3.2 Gen 2, 1x porta LAN de 2.5G;
  • Conexão sem fio: Wi-Fi 6E(802.11ax) e Bluetooth 5.3;
  • Teclado: Chiclet com retroiluminação RGB;
  • Câmera: webcam integrada de 720p;
  • Áudio: quatro alto-falantes; certificação Dolby Atmos; cancelamento de ruído;
  • Peso: 3.10 Kg;
  • Dimensões (L x P x A): 39,9 x 29,4 x 2,31 ~ 3,08 cm.
  • Preço sugerido no lançamento: a partir de R$ 32.999.

Design gamer e com muitas luzes

A palavra “gamer” já virou sinônimo de design arrojado e muitas luzes coloridas. O ROG Strix Scar 18 não deixa esse pensamento de lado e, na verdade, pode ser considerado o ápice dessa filosofia visual. O modelo conta com luzes coloridas por toda a parte.

Na traseira, o logo da ROG é retroiluminado e pode ter sua cor alterada. Descendo, a saída de ar do notebook também conta com luzes coloridas. Já na frente, o teclado e até mesmo a sua base contam com espaços para customização luminosa.

Notebook acesoO notebook não economiza na iluminação.

Todo esse show de luzes pode ser configurado por meio do software Armoury Crate, que vem pré-instalado nos notebooks gamers da Asus. Por lá, é possível definir cores e padrões para a iluminação do dispositivo, além de sincronizar tudo com outros periféricos compatíveis, cortesia da tecnologia Aura Sync. 

O visual diferente do produto também vai além dos LEDs RGB. O produto inclui partes translucidas, além de texturas que atravessam toda a construção do teclado. O modelo ainda vem com uma pequena parte removível logo abaixo da tela, que pode ser trocada para customização, mas até agora não entendi o propósito do acessório.

AsusO produto conta com muitos LEDs e visual translúcido

Nas laterais, o modelo vem recheado de opções de conexões, dispensando o uso de hubs. No entanto, a disposição das entradas acabou me incomodando: a Asus dividiu as portas USB-C de um lado e USB-A em outro, o que pode acabar gerando incômodo ao conectar certos aparelhos, como mouses. No entanto, isso é apenas questão de gosto. 

Outro ponto que entra na questão de gosto é o teclado e touchpad. Eu gostei bastante da experiência entregue pelo ROG Strix 18, com teclas bem espaçadas e a presença de um espaço alfanumérico, além de botões dedicados para alterar os modos de uso. Aqui, temos um grande acerto da Asus. No entanto, o touchpad é bem simples e não traz grandes diferenciais, servindo apenas como um substituto simples para o mouse. 

Mateus MognonO modelo está bem servido de conexões, mas que podiam estar melhor distribuídas, na minha opinião.

O modelo inclui um sistema de quatro alto-falantes para a parte de áudio, que é decente, mas também não entrega um grande diferencial. Por fim, a webcam também merecia mais atenção: o modelo incluso no aparelho conta com resolução 720p e entrega imagens que não são das melhores, servindo como um quebra-galho para chamadas em vídeo. 

É interessante notar, também, que o produto possui um design bem fino e compacto. No entanto, o dispositivo é bastante denso: seu peso fica na casa dos 3 kg, enquanto a fonte de carregamento também é um tijolinho, o que pode ser sentido na hora de carregá-lo na mochila por aí. Esse peso e tamanho, no entanto, acabam sendo justificados pela tela e hardware do produto.

Uma tela MiniLED de respeito

O display do ROG Strix Scar 18 é respeitável. Com bordas finas, o modelo aproveita muito bem a frente do computador e entrega uma exibição de 18 polegadas com resolução 2K (2500 x1600) na proporção 16:10. Ou seja, o modelo traz um aspecto mais quadrado, com espaço extra de exibição.

O espaço extra de exibição é ótimo para quem trabalha no notebook, tanto pra funções de texto e navegação, quanto para soluções mais pesadas, como edição de vídeo. No entanto, nem todo game acaba aproveitando esse espaço extra, com alguns títulos deixando bordas pretas durante o gameplay para adaptar o gameplay para 16:9 — o que é culpa das desenvolvedoras, como acontece no formato ultrawide.

Falando em games, a tela do ROG Strix Scar 18 oferece até 240 Hz e possui tempo de resposta de 3 ms, além de funcionar com a tecnologia Nvidia G-Sync. Com suporte para Dolby Vision HDR, o display é uma ótima pedida tanto para jogos competitivos quanto para games mais cinematográficos.

TelaO ROG Strix Scar 18 possui uma tela grande e cheia de diferenciais.

A tela potente também pode ser uma opção interessante para quem trabalha com design e edição de vídeo. O display do ROG Strix Scar 18 possui tecnologia Mini LED, traz cobertura de 100% do espectro DCI-P3 e conta com certificação Pantone. 

Felizmente, todo esse potencial da tela pode ser aproveitado pelo usuário, pois o ROG Strix Scar 18 vem com um hardware capaz de encarar tarefas bem exigentes.

Hardware do ROG Strix Scar 18: experiência em games

O ROG Strix Scar 18 chega ao Brasil com um dos melhores hardwares disponíveis no mercado de notebooks. O produto conta com a RTX 4090 com 16 GB de VRAM para notebooks, a placa de vídeo mais potente para dispositivos portáteis da Nvidia.

A GPU que alcança até 2.090 MHz trabalha com o processador Intel Core i9-14900HX de 2,2 GHz, que traz 24 cores e 32 threads. O notebook ainda vem com 32 GB de memória RAM DDR5 de 5600 MT/s e 2 TB de SSD no formato M.2.

Para manter todo esse hardware funcionando, a Asus adotou um robusto sistema de resfriamento no notebook. O produto conta com diversas aberturas para ar e um sistema de fan triplo para circulação, garantindo que o produto não esquente demais, apesar de você sentir eventualmente o característico calor dos portáteis logo acima do teclado.

O usuário também pode definir o nível de performance do dispositivo por meio do programa Armoury Crate, que monitora o desempenho do hardware. O notebook inclui alguns modos pré-definidos, como silencioso e Turbo, além de permitir configurar a GPU em modo “Ultimate”, entregando mais performance.

O Armoury Crate também permite fazer ajustes manuais no desempenho do hardware, garantindo um overclock facilitado. No entanto, a própria Asus indica que o uso da ferramenta pode trazer perigos à saúde do produto, visto que o dispositivo pode ter uma sobrecarga.

É importante ressaltar, porém, que o uso do hardware em suas configurações pré-definidas já é mais que suficiente para um usuário comum e até mesmo para quem trabalha com ferramentas pesadas. Para testar a experiência com games do produto, colocamos o ROG Strix Scar 18 para enfrentar alguns lançamentos recentes de PC, e o resultado foi bastante promissor. 

Horizon Forbidden West: Complete Edition

AsusHorizon em 4K e 60 fps é um jogo “leve” no ROG Strix Scar 18

Lançado em março no PC, Horizon Forbidden West é um bom ponto para comparar a performance do potente notebook da Asus com o PS5. Enquanto no console da Sony é preciso escolher entre resolução 4K e 30 fps ou 60 quadros por segundo em Full HD, a história é diferente no ROG Strix Scar 18.

Como esperado, considerando o hardware do produto, o jogo roda com todos os gráficos no máximo e com folga acima dos 60 quadros por segundo, tanto em 2K quanto em 4K, usando um monitor ou TV externamente. O jogo vem com suporte para DLSS 3 e Frame Generation, o que permite até mesmo jogar acima dos 80 fps, dependendo da resolução escolhida. 

O ótimo trabalho de otimização feito pela desenvolvedora Nixxes mostra todo o seu potencial no dispositivo da linha ROG.

Dragon’s Dogma 2

Dragons DogmaO hardware é tão poderoso que nem Dragon’s Dogma 2 dá trabalho para o notebook.

Um lançamento problemático no PC, Dragon’s Dogma 2 também não dá trabalho para o hardware do ROG Strix Scar 18 de 2024. O game também pode ser rodado em 4K e 60 quadros por segundo sem Ray Tracing, mas apresenta algumas eventuais instabilidades, enquanto a experiência no display 2K do notebook é impecável.

A tendência é que o jogo receba otimizações e a experiência melhore com o tempo. No entanto, quem quiser usar o ROG Strix para encarar o game, não vai ter problemas, cortesia do uso de soluções como o DLSS. 

Resident Evil 4 Remake

Apesar de ser um jogo de 2023, Resident Evil 4 Remake é um título single-player bastante popular e entrou nos nossos testes por um motivo: o game não possui suporte para DLSS. Apesar da ausência da tecnologia de upscaling, Resident Evil 4 Remake também pode ser rodado em 4K em 60 quadros por segundo com gráficos no alto com o ROG Strix Scar 18. 

Fortnite 

FortniteFortnite roda muito bem no notebook da linha ROG, como esperado.

Representando os jogos competitivos, Fortnite também entrou nos testes com o ROG Strix Scar 18 e se saiu muito bem. Com os gráficos no épico e resolução 4K, é possível rodar o jogo acima dos 80 quadros por segundo, em uma experiência bastante fluida e bonita.

Para quem busca mais quadros no jogo, também é possível reduzir os gráficos ou resolução para obter mais fluidez. Com gráficos no Alto em 4K, a contagem sobe para 128 fps, enquanto o Médio garante cerca de 140 frames por segundo.

O ROG Strix Scar 18 esquenta e faz barulho?

Quando o assunto é notebook gamer, o calor e o barulho também são fatores importantes que acabam entrando no cálculo da experiência. Se você é usuário de softwares de monitoramento, pode acabar se assustando com as temperaturas acima dos 80° que aparecem nos componentes do dispositivo.

No entanto, o produto faz um bom gerenciamento de temperatura. Mesmo rodando jogos com gráficos no alto e usando muito poder do notebook, só senti um pouco de calor na parte superior do teclado, mas nada de anormal no mundo dos notebooks. 

Quanto ao barulho, o som das ventoínhas é bastante perceptível quando o notebook está em uma alta carga de trabalho. E quando eu digo alta, é alta mesmo: ao usar o modo Turbo com a GPU “no talo”, os fans giram com mais potência para manter tudo resfriado.

Porém, é válido ressaltar que o produto conta com performance de sobra. Ou seja, você pode utilizar o dispositivo com uma “marcha lenta” e ainda obter ótimos resultados em games, com as ventoínhas fazendo menos barulho.

E a bateria?

Na parte de energia, o ROG Strix Scar 18 conta com uma bateria de 90WHrs, garantindo potência para segurar altas cargas de trabalho. No entanto, não espere uma grande autonomia com o modelo funcionado com todas as luzes e desempenho alto.

Ao usar o produto no modo silencioso, que reduz algumas funções de desempenho, o produto ficou cerca de uma hora e meia em ação com funções de navegação e edição de imagens. No entanto, esse tempo pode ser estendido com mais otimizações no consumo energético.

O produto conta com alguns perfis pré-definidos para uso mais simples no software Armoury Crate, o que é uma boa pedida para garantir mais autonomia. Enquanto não tive tempo hábil para fazer muitos testes aprofundados de bateria, consegui cerca de seis horas de autonomia com uso muito leve.

 Conclusão

O ROG Strix Scar 18 traz uma performance cavalar que, aliada ao DLSS, consegue entregar jogos em até 4K e 60 quadros por segundo, além de desempenho para funções de trabalho pesadas. Todo esse poder vem acompanhado de um design bastante chamativo e gamer, com um conjunto robusto de luzes coloridas.

Todo esse desempenho e luminosidade, no entanto, podem acabar dando trabalho para a bateria e as ventoinhas do produto, exigindo que o usuário gerencie o poder com cautela para ter a melhor relação de desempenho e autonomia. No entanto, isso já é esperado, pois estamos falando de um produto premium e de alto desempenho.

ROGROG Strix Scar 18 é monstruoso, mas o poder tem seu preço

Como um usuário que se contenta em jogar com gráficos médios e tem a edição de vídeos como maior exigência de desempenho no trabalho, me senti um Super Saiyajin usando o ROG Strix Scar 18. Eu estava com tanta potência nas mãos que praticamente resolvia qualquer pendência com um tiro de bazuka (hipotético).

Com seu hardware de ponta, o ROG Strix 18 (2024) é o tipo de notebook para comprar e não se preocupar com upgrade de hardware por muitos e muitos anos, mesmo que você trabalhe com funções exigentes. Isso, claro, se você tiver fundos na sua carteira para encarar o alto valor do produto, e se o visual muito chamativo não for um problema para você. Afinal, estamos falando de um notebook que custa R$ 32.999 no Brasil. 

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress