O que considerar antes de utilizar a Inteligência Artificial no trabalho?

O que considerar antes de utilizar a Inteligência Artificial no trabalho?

Não é segredo que o avanço no uso da inteligência artificial (IA) no mercado de trabalho vem sendo impulsionado pela busca incessante das empresas por eficiência e inovação.

Segundo o relatório Customer Experience Trends da Zendesk, o crescente investimento em recursos baseados em IA visa a otimização das operações internas das organizações, além de aprimorar o relacionamento com os clientes.

IA A IA já chegou no mercado de trabalho e em diversos setores da economia. (Imagem: metamorworks/Getty Images)

Com 67% dos líderes empresariais planejando aumentar seus investimentos em IA até o final de 2024 e metade deles prevendo um aumento de até 25% em relação ao ano anterior, fica evidente o papel central que a IA está desempenhando no ambiente corporativo.

Porém, enquanto a IA promete revolucionar processos, sua implementação não vem sem considerações importantes. Continue a leitura e veja o que é importante considerar antes de utilizar a inteligência artificial no trabalho!

Quais são os riscos em utilizar a IA no trabalho?

Uma pesquisa feita pela 3Gem no final de 2023 em 11 países, incluindo o Brasil, revelou que mais de 70% dos funcionários de escritório reconheceram o uso de ferramentas generativas de IA no trabalho, como o ChatGPT.

Lembrando que a IA capacita os dispositivos eletrônicos a pensar e aprender como os seres humanos, baseando-se em algoritmos e modelos matemáticos para identificar padrões em grandes volumes de dados e tomar decisões.

IAÉ preciso se preocupar com segurança antes de pensar em trabalhar em IA. (Imagem: hirun/Getty Images)

Contudo, essa mesma capacidade pode gerar desafios éticos, legais e práticos que não podem ser ignorados. Veremos os principais riscos a seguir:

Vazamento de dados sensíveis

De acordo com o mesmo levantamento mencionado anteriormente, 31% dos trabalhadores entrevistados admitiram inserir informações potencialmente confidenciais, como informações de clientes e funcionários da empresa, em ferramentas generativas de IA.

Essa falta de consciência e compreensão sobre os riscos associados ao compartilhamento de dados sensíveis em ferramentas de IA pode expor as empresas a sérios problemas legais, financeiros e reputacionais.

O vazamento de informações confidenciais pode resultar em violações de privacidade, roubo de identidade, perda de confiança dos clientes e danos à imagem da marca.

IAAlgumas IAs utilizam dados sensíveis para treinamento, gerando um risco enorme de exposição. (Imagem:metamorworks/Getty)

Além disso, as organizações podem enfrentar penalidades severas e sanções regulatórias por não cumprir os requisitos de proteção de dados estabelecidos pela legislação, como a LGPD.

Impacto na Propriedade Intelectual

O uso crescente da IA no trabalho também levanta preocupações sobre a propriedade intelectual, especialmente em relação à autoria e originalidade do conteúdo gerado por meio dessas tecnologias.

Ocorrências como o processo judicial entre a OpenAI e o jornal The New York Times e as greves em Hollywood no ano passado destacaram a necessidade de políticas claras e mecanismos de proteção para garantir a segurança e a integridade da propriedade intelectual.

Automação leva à extinção de empregos

Com 38 países membros, incluindo potências econômicas como Reino Unido, Japão, Alemanha, Estados Unidos, Austrália e Canadá, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) alerta sobre o impacto significativo que a IA pode ter no mercado de trabalho, levantando temores de diminuição dos salários e perda de empregos.

Áreas como medicina e bem-estar tem se beneficiado do uso de IA. (Imagem: Getty Images)Áreas como medicina e bem-estar tem se beneficiado do uso de IA. (Imagem: Getty Images)Fonte:  GettyImages 

A medida que a IA se torna mais avançada e difundida, crescem as preocupações sobre o futuro do emprego e a necessidade de adaptação para enfrentar os desafios trazidos pela automação.

Discriminação social e econômica agravada

A IA, quando mal empregada, pode perpetuar e até mesmo amplificar desigualdades existentes, afetando grupos que já enfrentam desvantagens no mercado de trabalho. É o que a OCDE ressalta quanto aos riscos da utilização de ferramentas de IA para contratação de talentos.

Essas preocupações são fundamentadas em casos recentes em que a tecnologia reproduziu preconceitos, como a discriminação de mulheres em processos de seleção para vagas em tecnologia e o reconhecimento facial com viés racial em sistemas prisionais.

Quais são os impactos positivos da Inteligência Artificial no trabalho?

À medida que novos algoritmos e tecnologias são desenvolvidos, a IA continua evoluindo e melhorando, tornando-se cada vez mais útil em diversos campos.

Uma das vantagens mais significativas da IA é sua capacidade de automatizar eficientemente tarefas, tanto em indústrias tradicionais quanto em startups, o que melhora a produção e permite que os profissionais se concentrem em tarefas mais complexas e de maior retorno.

Além disso, a IA possibilita a personalização da experiência do usuário de acordo com as necessidades e preferências individuais, o que aumenta a satisfação do cliente e a eficácia das interações.

ChatGPTO ChatGPT é um ferramenta que pode otimizar o tempo e o trabalho de vários trabalhadores. (Imagem: Leon Neal/Getty Images)

Outro benefício importante é a capacidade da IA de analisar grandes quantidades de dados com mais eficiência e precisão do que os humanos, o que pode levar a uma tomada de decisões mais informada em menor tempo.

Essa capacidade de prever resultados e eventos futuros é útil em uma variedade de áreas, desde finanças até cuidados de saúde.

Há que considerar também a capacidade de aprendizado automático da IA. Isso permite que os sistemas de IA se adaptem às mudanças nas circunstâncias e forneçam resultados cada vez mais precisos e relevantes.

A importância de incorporar novas tecnologias às empresas

A importância de incorporar novas tecnologias às empresas é cada vez mais evidente, especialmente à luz dos benefícios que podem ser alcançados.

O potencial transformador da inteligência artificial no mundo dos negócios já era apontado em 2018, quando uma análise da consultoria Deloitte mostrou que 82% das empresas que investiram em IA experimentaram um alto rendimento financeiro, com média de 17%.

Logo, precisamos reconhecer que a IA não é apenas uma tendência passageira, mas sim uma realidade presente e futura para as empresas. A questão é se adaptar a essa tecnologia como um auxiliar nas tarefas diárias, não como um substituto completo do ser humano.

No ambiente de trabalho, algumas diretrizes podem ser seguidas para integrar a IA com segurança:

  1. Seja detalhado e objetivo na definição dos prompts de comandos;
  2. Verifique regularmente as informações fornecidas pela IA;
  3. Nunca se baseia exclusivamente em dados gerados pela IA para tomar decisões estratégicas;
  4. Invista constantemente no desenvolvimento da tecnologia, assim como em capacitações para utilizá-la.

Ao adotar uma abordagem equilibrada que combina efetivamente o potencial da IA com as habilidades humanas, os profissionais e as empresas podem maximizar seu potencial e alcançar resultados excepcionais.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress