Não existe mais nenhuma divisória entre IT e OT

Não existe mais nenhuma divisória entre IT e OT

O que era água e óleo há alguns anos, hoje, com a hiperconectividade, se mistura e se tornou um único ambiente – para alegria dos atacantes mal-intencionados. As áreas de IT e OT, que, por décadas, eram ecossistemas completamente diferentes (com equipes distintas) e que não se conversavam, hoje se confundem num mesmo ambiente e precisam trabalhar em conjunto, de forma integrada. Pois, os pontos vulneráveis de IT, podem afetar OT e vice-versa.

As equipes de IT, tradicionalmente encarregadas da segurança de dados e sistemas de informação, agora precisam trabalhar de forma mais próxima e coesa com as equipes de OT, responsáveis pelo controle e monitoramento de processos físicos e industriais. Ambas precisam desenvolver um entendimento compartilhado de suas respectivas responsabilidades – e dos processos, sistemas e dos riscos enfrentados por cada área.

A Indústria 4.0 está caminhando rápido rumo à transformação digital, vivenciando processos de integração das plantas industriais com departamentos estratégicos de gestão e de tecnologia. Ao certo, essa integração traz importantes vantagens à automação do chão de fábrica, porém se torna um foco de atenção e atração dos agentes mal-intencionados.

IT e TOÉ essencial que todos os funcionários saibam práticas seguras de uso da tecnologia

São crescentes os aspectos convergentes entre esses ambientes e, com esse movimento, o volume de dados de OT e IT também cresce. Para proteger as informações e todo ambiente é válido ter visibilidade e buscar a integração de sistemas, ter o controle de acesso à rede e promover a padronização de protocolos OT/IoT e outros.

Outro aspecto importante é manter uma comunicação transparente e contínua para uma colaboração eficaz entre as equipes de IT e OT, incluindo a criação de canais de comunicação, reuniões regulares e a implementação de ferramentas de colaboração que facilitem a troca rápida de informações.

Listo aqui outras estratégias que acredito que as equipes de IT e OT podem adotar para trabalhar juntas de forma mais eficaz.

  • As equipes devem colaborar na implementação de sistemas de monitoramento e análise de ameaças em tempo real. Isso permite uma resposta rápida a incidentes de segurança e a identificação de padrões de ataque que possam afetar tanto os sistemas de IT quanto de OT.
  • Realizar testes de segurança regulares e exercícios de simulação de incidentes é crucial para avaliar a prontidão das equipes de IT e OT para lidar com ataques cibernéticos. Esses exercícios devem ser realizados em conjunto, permitindo que todos pratiquem suas habilidades de resposta colaborativa.
  • É fundamental promover uma cultura de segurança cibernética em toda a organização, em que a conscientização e a responsabilidade pela segurança são compartilhadas por todos os membros de IT e OT. Isso envolve a educação dos funcionários sobre práticas seguras de uso da tecnologia e a promoção de uma mentalidade de segurança em todos os aspectos das operações.

A colaboração entre as equipes de IT e OT é essencial para proteger as infraestruturas críticas contra ataques cibernéticos.

Ao trabalhar juntas, essas equipes podem aproveitar seus conhecimentos e experiências únicas com objetivo de identificar e prevenir ameaças, implementar medidas de segurança eficazes e responder rapidamente aos ataques, garantindo maior resiliência cibernética.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress