Modelo de IA generativa da Apple supera o GPT-4 durante testes

Modelo de IA generativa da Apple supera o GPT-4 durante testes

Avançando em sua pesquisa de inteligência artificial (IA) generativa, a Apple está desenvolvendo um modelo de linguagem que tem se mostrado mais rápido e eficiente que o GPT-4 da OpenAI durante os testes. Novos detalhes sobre a ferramenta que pode aprimorar as capacidades da Siri foram revelados na sexta-feira (29).

No artigo ao qual o VentureBeat teve acesso, os pesquisadores da Apple descrevem um sistema chamado Reference Resolution As Language Modeling (ReALM) que tem como principal inovação uma maior capacidade de interpretar elementos visuais na tela do dispositivo. Ele faz isso convertendo qualquer contexto em texto, simplificando a análise feita pela tecnologia.

O modelo desenvolvido pela Apple pode trazer aprimoramentos interessantes para a Siri.O modelo desenvolvido pela Apple pode trazer aprimoramentos interessantes para a Siri.Fonte:  Unsplash 

Segundo a Apple, o método utilizado resulta em ganhos substanciais de desempenho na comparação com ferramentas existentes. O modelo mais compacto apresentou performance comparável à do GPT-4 nos testes, enquanto as versões completas superaram a IA da OpenAI “substancialmente”, como explicou a equipe de pesquisa.

Além de melhorar o desempenho, acabando com a dependência de parâmetros avançados de reconhecimento de imagem, o ReALM reduz as alucinações de IA. A Apple também afirmou que o modelo não compromete o desempenho do dispositivo, facilitando a sua integração aos sistemas operacionais da marca.

Siri mais inteligente

O novo modelo de linguagem em desenvolvimento faz mais do que entender as referências às imagens na tela, sendo capaz de levar em consideração o contexto conversacional e de fundo ao interpretar os comandos recebidos. Dessa forma, ele permitirá realizar interações mais naturais com a assistente de voz da Apple.

Caso o usuário esteja navegando em uma página comercial, poderá fazer uma chamada dizendo à Siri “ligue para a empresa”, para que a assistente analise o site em busca do número e realize a ligação. No entanto, os pesquisadores alertam sobre algumas limitações do sistema, especialmente ao lidar com referências visuais mais complexas.

Rumores sugerem que a Apple revelará este e outros recursos alimentados por IA generativa na conferência WWDC 2024, cuja abertura acontecerá no dia 10 de junho, nos Estados Unidos. A expectativa é que a tecnologia comece a ficar disponível no ecossistema da companhia ainda este ano.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress