Como a tecnologia do copo Stanley chegou ao Brasil?

Como a tecnologia do copo Stanley chegou ao Brasil?

Copos térmicos se tornaram bastante populares, e a chegada da Stanley no Brasil só ajudou a ampliar esse mercado. Seja para manter uma bebida quente ou gelada, é fato que você provavelmente vai encontrar um modelo que o agrade e caiba dentro do seu orçamento.

Porém, qual é a história por trás do copo Stanley, sua criação e chegada ao Brasil? É exatamente sobre esses tópicos que falaremos nas linhas a seguir. Acompanhe!

Qual a história da marca Stanley?

A marca Stanley tem mais de um século de história, com sua origem datando do ano de 1913. Foi nele que o engenheiro William Stanley Jr. criou uma garrafa térmica de isolamento a vácuo feita totalmente de aço, produto que se tornaria o primeiro da famosa companhia.

William Stanley Jr., criador da famosa marca de copos com alcance mundial atualmente.William Stanley Jr., criador da famosa marca de copos com alcance mundial atualmente.Fonte:  PEGN/Reprodução 

Um dado curioso é que essa empreitada foi praticamente a sua última grande ideia a ganhar vida, já que ele faleceu em 16 de maio de 1916. Entretanto, nos anos seguintes o produto continuou recebendo melhorias e incrementos, sendo a principal delas acontecendo entre 1930 e 1940.

Durante essas duas décadas, os produtos da empresa passaram a contar com um revestimento de aço inoxidável. Isso ajudou a popularizar ainda mais os produtos, que nesse período já faziam parte do cotidiano de diversas pessoas em várias regiões do globo.

Além disso, a marca Stanley se destacou em anos mais recentes por sua abordagem de sustentabilidade e responsabilidade social. Comprometida com a redução do impacto ambiental, a empresa implementou práticas de fabricação sustentáveis e iniciativas de conservação ambiental em seus processos.

Copos Stanley contam com material de aço inoxidável para ajudar a preservar as bebidas por mais tempo.Copos Stanley contam com material de aço inoxidável para ajudar a preservar as bebidas por mais tempo.Fonte:  GettyImages/Reprodução 

Quando a Stanley chegou no Brasil?

Falamos da história da Stanley de maneira geral, mas agora é hora de focarmos no Brasil. Por aqui, os primeiros produtos da marca chegaram em 2014 graças à empresa PMI, algo que aconteceu sem grandes alardes.

Inicialmente, os produtos da marca chegaram ao nosso país no sul por meio de garrafas térmicas. Por ser uma região que consome bastante bebida quente, em especial o chimarrão, os itens Stanley acabaram conquistando um público seleto nessa área.

Aliás, foi graças a esse abraço dos “sulistas” que a história da Stanley no Brasil se desenrolou de maneira mais rápida. Com a introdução da linha Mate, por exemplo, a marca passou a apresentar produtos mais variados em seu catálogo, incluindo cuia, 2 opções de bomba para mate e garrafa térmica para o refil quente ou gelado da bebida.

Entretanto, a explosão da marca por aqui aconteceu a partir de 2020, graças ao trabalho de influenciadores nas redes sociaisPara se ter uma ideia, as buscas por Stanley e seus itens eram praticamente inexistentes no Google há quatro anos. Porém, esse cenário mudou drasticamente em dezembro de 2021, criando uma “legião” de seguidores.

“Chamamos nossos consumidores de ‘legião’ porque eles defendem a marca de uma forma muito proativa. Hoje, 60% das pessoas que compram a marca na nossa loja online são consumidores que já compraram nosso produto alguma vez”, explicou Andréa Martins, presidente da PMI Worldwide para América Latina e EMEA (Europa, Oriente Médio e África), ao UOL.

Atuação da Stanley no Brasil começou no Sul, expandindo posteriormente para outras regiões.Atuação da Stanley no Brasil começou no Sul, expandindo posteriormente para outras regiões.Fonte:  GettyImages/Reprodução 

Quem fabrica Stanley no Brasil?

Em 2014, a PMI comprou uma empresa familiar chamada Aladdin. Após essa aquisição, a companhia passou a ganhar mais força para representar a marca do copo Stanley no Brasil, iniciando a trajetória de sucesso em nosso país.

Para tornar a marca Stanley conhecida por aqui, a PMI adotou diversas estratégias. Além do já mencionado investimento em redes sociais, a empresa atuou como patrocinadora de eventos e chegou inclusive a fazer uma parceria com o cantor Luan Santana, o que ajudou a popularizar mais a marca do lado de cá.

Estratégias com influenciadores foram essenciais para o sucesso da Stanley no Brasil.Estratégias com influenciadores foram essenciais para o sucesso da Stanley no Brasil.Fonte:  GettyImages/Reprodução 

Em contrapartida, estar no centro das atenções também tem um lado negativo: a pirataria. Diversas pessoas possivelmente já encontraram sites com links falsos oferecendo produtos da Stanley, mas a PMI investe pesado para tentar derrubar essas páginas.

“Investimos entre R$ 4 e R$ 5 milhões por ano em iniciativas contra a pirataria simplesmente para conseguir concorrer de forma leal. É triste, mas é nossa obrigação com o consumidor no final do dia”, revelou a executiva da PMI ao UOL.

Por que o copo Stanley ficou famoso?

O copo Stanley ficou famoso por conta de sua qualidade e habilidade de manter a temperatura de bebidas por longos períodos, chegando a quatro horas em alguns casos.

Além disso, a reputação da marca Stanley tem sido crucial para a popularidade duradoura dos copos. Os produtos também contam com um design clássico e atraente, combinando funcionalidade com estilo e atraindo consumidores em todo o mundo.

Gostou do conteúdo? Então, continue de olho aqui no portal para manter-se atualizado sobre tecnologia, ciência e entretenimento. Até a próxima!

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress