Brasileira consulta ChatGPT e descobre tumor no cérebro; entenda a história

Brasileira consulta ChatGPT e descobre tumor no cérebro; entenda a história

O ChatGPT ajudou na descoberta de um tumor no cérebro em uma paciente brasileira após médicos procurados por ela não identificarem a doença, passando um diagnóstico diferente. A paulista contou como consultou a tecnologia para investigar o problema à revista Glamour, nesta terça-feira (14).

Após fazer um check-up, Maria Fernanda Miguel, que é gerente de marketing, verificou níveis baixos de três hormônios nos resultados. Na consulta com o médico, o diagnóstico foi de estresse, mas ela desconfiou e procurou outro profissional, que sugeriu reposição hormonal.

As IAs generativas têm sido cada vez mais procuradas para questões de saúde. (Imagem: Getty Images)As IAs generativas têm sido cada vez mais procuradas para questões de saúde. (Imagem: Getty Images)Fonte:  Getty Images/Reprodução 

Continuando em dúvida, Maria Fernanda decidiu consultar a inteligência artificial generativa da OpenAI para perguntar quais seriam as possíveis causas do déficit hormonal. Entre os motivos citados pelo algoritmo estava um tumor na hipófise, glândula que fica na parte inferior do cérebro.

A partir desta possibilidade apontada pelo ChatGPT, a paciente procurou ajuda médica novamente, mesmo não apresentando sintomas. O passo seguinte foi realizar uma ressonância magnética.

Confirmando o diagnóstico

Analisando o resultado da ressonância, o oncologista identificou o tumor, que aparentemente apresentava aspecto benigno. Novos exames mostraram que o câncer não havia se espalhado pelo corpo e houve a recomendação da cirurgia para removê-lo, diante da possibilidade de que ele comprimisse o cérebro.

Em mais uma consulta, agora com um neurocirurgião, veio o diagnóstico correto. Mesmo levantando suspeitas sobre a doença, o ChatGPT errou a área afetada, já que o médico identificou um tumor no lóbulo frontal direito, que possivelmente estava lá há mais de 10 anos.

Um exame mais detalhado ajudou a dar o diagnóstico correto. (Imagem: Getty Images)Um exame mais detalhado ajudou a dar o diagnóstico correto. (Imagem: Getty Images)Fonte:  Getty Images/Reprodução 

A cirurgia de remoção do tumor cerebral aconteceu em janeiro deste ano e foi um sucesso, como relatou a paciente, permitindo que ela seguisse a vida normalmente. A biópsia confirmou a suspeita, mostrando que ele era benigno.

Maria Fernanda ressaltou a importância de escutar o que o corpo diz e procurar um profissional que ouça o paciente, principalmente quando há sintomas e eles são ignorados. “Eu tive a sorte e a condição de poder investigar, mas o que eu quero dizer é: advogue por você, pela sua saúde”, disse ela à publicação.

A importância de procurar ajuda médica

Apesar do desenvolvimento de ferramentas especializadas em auxiliar os médicos, como a IA Med-Gemini do Google, esse tipo de tecnologia ainda não consegue realizar diagnósticos precisos. Para tanto, são necessários exames complementares recomendados por especialistas.

Dessa forma, é fundamental buscar a ajuda de um especialista médico em caso de sintomas de quaisquer doenças, mesmo consultando o ChatGPT e/ou outras IAs generativas.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress