4 coisas para apagar do celular agora antes de sair para o Carnaval

4 coisas para apagar do celular agora antes de sair para o Carnaval

O Carnaval é um período para relaxar, descontrair e se divertir. Porém, se você não tomar cuidado, o feriado também pode ser transformar em dor de cabeça do ponto de vista da segurança de dados.

Isso porque o roubo, furto ou perda de celulares é frequente nessa época do ano. Nas mãos erradas e hoje sendo o principal eletrônico de muita gente, o dispositivo pode ser usado para roubo de saldo de contas bancárias e até fraudes envolvendo falsificação de identidade.

Uma possível solução para reduzir esses riscos é apagar temporariamente do aparelho alguns arquivos e aplicativos. Eles podem voltar ao smartphone após a folia, mas uma rápida faxina pode poupar você de muitas problemas.

1. Aplicativos de banco

Aplicativos de bancos são úteis por concentrar uma série de operações e informações sobre as suas contas. Entretanto, isso é também o que torna eles um alvo tão visado por criminosos. Em especial em celulares desbloqueados, bandidos podem conseguir fazer transferências para outras contas ou até efetuar compras em seus cartões.

Cuidado com apps de banco ou usar o celular em pagamentos.Cuidado com apps de banco ou usar o celular em pagamentos.Fonte:  GettyImages 

Prefira usar dinheiro em espécie no carnaval ou então um cartão de débito que tenha limite baixo, com a opção de pagamento por aproximação desalibitada. Se você não quiser seguir esse passo, ao menos reduza os limites diários do Pix e ative mecanismos de segurança, como o Modo Rua do Nubank e o cadastro no Celular Seguro.

Neste caso, é recomendável também apagar temporariamente apps de lojas online, em especial se elas tiverem seus cartões vinculados à conta.

2. Apps de documentos

Outro tipo de aplicativo perigoso em mãos erradas é o de identificação pessoal. Eles incluem especial a carteira de motorista (CNH Digital) e a identidade, hoje concentrada nos serviços Gov.br

Cuide com apps que registram documentos oficiais.Cuide com apps que registram documentos oficiais.Fonte:  GettyImages 

Ao ter o aparelho roubado e esse tipo de app acessado, você coloca em risco dados pessoais que podem ser usados em golpes futuros contra você ou fraudes usando o seu nome. Como andar sem uma identificação também não é nada recomendado, use versões físicas desses documentos nos dias de bloco e leve para a rua apenas o essencial.

3. Fotos ou PDFs com informações sensíveis

É comum que você tenha armazenado no celular documentos pessoais usados em cadastros ou inscrições. É o caso de cópias de RG, título de eleitor, carteira de motorista e outras certidões.

Além disso, PDFs ou fotos de boletos bancários, contratos e informações sigilosas podem estar em cantos mais escondidos do seu celular. O risco aqui é o mesmo do tópico anterior: o uso desses documentos para fraudes no seu nome ou até extorsão por posse de informações sensíveis.

Por isso, transfira todos para um local seguro, como um serviço de armazenamento na nuvem protegido por senha ou HD externo.

4. Contas profissionais de redes sociais

Se o seu celular corporativo é o mesmo que o pessoal, tenha cuidado redobrado. Isso porque o aparelho pode conter aplicativos importantes de finanças e gerenciamento do seu negócio, além de documentos sigilosos.

Não perca a animação, mas cuide bem do seu celular.Não perca a animação, mas cuide bem do seu celular.Fonte:  GettyImages 

Além disso, no caso de profissionais de marketing e comunicação, o smartphone pode estar logado também nos perfis das redes sociais dessas empresas — e você provavelmente não quer passar pelo mesmo susto da funcionária da fintech Stone que viralizou por fazer uma publicação na conta errada.

source

@nvgazeta.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress